Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

quarta-feira, 30 de agosto de 2017

MINHA VIDA DE ABOBRINHA (My Life as a Zucchini / Ma Vie de Courgette) Suiça / França, 2016 – Animação – Direção Claude Barras – com as vozes de Gaspard Schlatter,  Sixtine Murat, Paulin Jaccoud, Michel Vuillermoz, Raul Ribera, Estelle Hennard, Elliot Sanchez, Brigitte Rosset, Lou Wick, Natasha Koutchoumov, Monica Budde, Adrien Barazzone, Véronique Montel, Romane Cretegny – 66 minutos

           UM BELO FILME PARA QUEM QUER SE SURPREENDER

Um dos filmes mais bonitos do ano!! Esta animação é um rico retrato da infância, aliando seriedade e leveza, sobriedade e exuberância. É um belo filme para quem quer se surpreender. Construindo um verdadeiro panorama da Europa contemporânea e das angústias que afetam as crianças dentro deste cenário socioeconômico. É um filme tocante e sensível, possibilitando um estranho e satisfatório encontro entre os sentimentos de felicidade e de dor que permeiam a vida de crianças e adultos. Ao mesmo tempo, discute-se um funcionamento social bastante pertinente em tempo de crises de refugiados e muros separando nações. Os amigos de Abobrinha são filhos de imigrantes africanos, filhas de pacientes psiquiátricos ou de casais dependentes de drogas. A tia de Camille deseja tê-la em sua casa apenas para receber uma pensão maior do governo, e a garotinha que espera ansiosamente pela mãe decide que não quer mais vê-la quando a mulher aparece à porta. Existe abertura à parte de mistério inerente a cada ser humano nesta trama sem moral da história, sem vilões nem mocinhos, sem explicações excessivas, sem obrigação do otimismo forçado. É um filme dolorosamente realista e humano.

Claude Barras anima os personagens imagem por imagem, em stop motion como se estivesse dirigindo atores verdadeiros, e imagina planos-sequências soberbos em um cenário de tristeza poética, ao mesmo tempo contemporâneo e atemporal. O apuro visual é sedutor. O colorido e as formas estranhas dos personagens acabam por transformá-los em figuras delicadas, frágeis, mas ao mesmo tempo encantadoras. No fundo, a força do filme está em sua dimensão humana. Este desenho animado não tem medo de parecer fofinho, mas, acima de tudo, o mais importante é que ele está comprometido em ser realista. “Minha Vida de Abobrinha” é um filme sobre os sentimentos mais profundos do ser humano, do abandono, da necessidade de amar e se sentir amado, mas visto sob o olhar inocente de crianças em uma situação extrema. Uma história singela e construída caprichosamente nos detalhes. Maravilhoso e belo, merece ser visto e revisto!!!


Um comentário:

  1. O filme superou as minhas expectativas, o ritmo da historia nos captura a todo o momento. Adoro os filmes de animação e juro que é meu gênero preferido, eu recomendo O Que Será de Nozes 2, passou as minhas expectativas, em sério é uma história super bonita e os personagens são as coisas mais fofas do mundo, você já viu? Eu recomendo, é um de os melhores filmes animação, acho que o ator principal fez um trabalho excepcional e demonstrou suas capacidades, adoro assistir filmes animados! É um filme que vale muito a pena ver. Adorei a participação de Jackie Chan. Espero poder seguir de pertos seus próximos projetos para a evolução do seu trabalho. Realmente recomendo!

    ResponderExcluir